SILAGEM DE MILHO REIDRATADO PARA BOVINOS CONFINADOS: DESEMPENHO, DIGESTIBILIDADE E CARACTERÍSTICAS DE CARCAÇA

Coordenadora: Marcia Dias

 

No primeiro experimento será avaliado o consumo, digestibilidade, parâmetros e cinética ruminal e balanço de nitrogênio. Serão utilizados cinco novilhos confinados e fistulados no rúmen em quadrado latino 5x5 considerando cinco níveis de silagem de grão de milho reidratado (0-SGR0, 25-SGR25, 50-SGR50, 75-SGR75 e 100%-SGR100) na substituição do fubá de milho em concentrado. As dietas serão compostas de 60% volumoso (silagem de capim Mombaça) e 40% concentrado, fornecidas ad libitum duas vezes ao dia (7h00 e 16h00). As análises dos dados serão realizadas a 5% de probabilidade em quadrado latino 5x5, em modelo misto, considerando o efeito dos erros e do animal como aleatório. O efeito dos níveis de substituição da silagem de milho grão reidratado serão analisadas por análise de variância e com comparação de médias pelo teste de Tukey. O efeito das dietas sobre o pH e N-NH3 serão realizadas considerado esse efeito na subparcela e os tratamentos na parcela. No segundo será avaliado desempenho e comportamento animal, características e composição nutricional da carcaça, qualidade nutricional da carne, o retorno econômico de bovinos confinados alimentados sem adição de silagem de grão reidratado de milho (SGR0) e com 100% de substituição (SGR100). Serão utilizados 12 bovinos adultos, não castrados, distribuídos em dois concentrados (SGR0 e SGR100) em aproximadamente 84 dias, considerando tempo para acabamento de carcaça e peso para abate. As análises dos dados serão realizadas a 5% de probabilidade em delineamento inteiramente casualizado com seis repetições. Para efeito da adição da silagem de grão reidratado de milho nas características de desempenho e comportamento animal; características e composição nutricional da carcaça; qualidade nutricional..