FERNANDO NASCIMENTO FERREIRA

AUTOR:  FERNANDO NASCIMENTO FERREIRA
TÍTULO: 
O MÉDICO VETERINÁRIO COMO CAPACITADOR DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E DE ENDEMIAS PARA A PREVENÇÃO DE ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

ORIENTADORA:  Profa. Dra. RAPHAELLA BARBOSA MEIRELLES BARTOLI
DATA DE DEFESA:
 25/05/2019

 

Resumo

 

Os animais peçonhentos são aqueles que produzem substância venenosa em um grupo de células ou órgão secretor (glândula), e possuem uma ferramenta capaz de inocular tal veneno na sua presa ou predador. Entre os principais animais peçonhentos envolvidos nesses agravos estão, escorpiões, aranhas e serpentes. Dados publicados pelo departamento de informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS) e pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) confirmam o aumento no número de ocorrências e óbitos nos últimos anos. Durante o período de 2013-2017 foram notificados 890.275 acidentes por espécies peçonhentas no Brasil, com 1.225 óbitos pelo agravo notificado. Assim sendo, dados epidemiológicos corroboram a necessidade de orientações à população sobre a importância de adoção de medidas preventivas, que por sua vez, pode ser determinante na redução de prejuízos que são gerados para a saúde pública. Nesse contexto, o Médico Veterinário está inserido como um dos profissionais de saúde com competência para conscientização da população e capacitação de trabalhadores da atenção básica. Dentre os profissionais da atenção básica, destacam-se os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que atuam em territórios de seu Município, desempenhando atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde. Em paralelo, os agentes de combate às endemias (ACE) que se integram na vigilância epidemiológica e também se associam com a população, são considerados como profissional fundamental para o controle de endemias e/ou zoonoses por meio da vistoria de imóveis. Diante disso, esses profissionais foram convocados para participar de um curso de capacitação, sobre Prevenção de Acidentes por Animais Peçonhentos, realizado no Munícipio de Jataí. Verificou-se a importância da Educação em Saúde, quando por meio da aplicação de questionários, em uma das perguntas, 84,78% (39/46) dos participantes antes do curso de capacitação, afirmaram saber como se prevenir contra os acidentes. Já após as ações educativas, 100% dos entrevistados responderam saber como se prevenir contra o agravo. Deste modo, a pesquisa teve como objetivo principal, demonstrar a eficiência da Educação em Saúde, ao capacitar profissionais da saúde (ACS/ACE) sobre medidas de prevenção de acidentes por animais peçonhentos, além de elucidar a importância do Médico Veterinário como educador em saúde, ao transformar esses profissionais em multiplicadores de informações.

Related Files Size Archive Fingerprint
DISSERTAÇÃO DE FERNANDO NASCIMENTO FERREIRA 2156 Kb 8a8707ef0504f04a33a6a20837b85aea