ANA CLAUDIA DE LAET SEGANTINE

AUTOR:  ANA CLAUDIA DE LAET SEGANTINE
TÍTULO: 
MORFOLOGIA DO TUBO DIGESTÓRIO DE Alouatta belzebul

ORIENTADOR:  Prof. Dr. KLEBER FERNANDO PEREIRA
DATA DE DEFESA:
 22/04/2019

 

Resumo

 

O Alouatta belzebul conhecido como bugio ou guariba-de-mãos-ruivas é endêmico do Brasil e está distribuído na Amazônia Oriental, no nordeste da Floresta Atlântica, Cerrado e Caatinga. A espécie está classificada como “Vulnerável” e isso se justifica principalmente pela caça, fragmentação e perda do hábitat nas florestas tropicais. A anatomia deste gênero apresenta características peculiares em todas as espécies estudadas, assim este trabalho objetivou descrever a morfologia do tubo digestório de Alouatta belzebul a fim de fornecer subsídios para avaliação de dietas, realização de procedimentos clínicos e cirúrgicos nestes animais. Foram utilizados 10 espécimes de Alouatta belzebul, adultos, machos de diferentes idades, que foram cedidos pelo Projeto de Salvamento e Aproveitamento Científico da Fauna – UHE Belo Monte. O trabalho foi realizado no Laboratório de Anatomia Humana e Comparativa da Universidade Federal de Goiás (UFG) – Regional Jataí, aprovado no comitê de ética N.083∕17. Os animais previamente criopreservados, foram descongelados e fixados por meio da infusão intramuscular e intracavitária de solução aquosa de folmol a 10%. Existem diversas variações na anatomia macroscópica do tubo digestório entre os primatas que ocorrem de acordo com os hábitos alimentares. Em Alouatta belzebul, que são folívoros-frugívoros o tubo digestório abrange a maior parte da cavidade abdominal. Estes animais possuem números variáveis de rugas palatinas, de 10 a 17 pares de rugas, independente do sexo e idade, valores estes diferentes dos relatados para Sapajus libidinosus, de 18 a 21 pares de rugas. O estômago pseudo-compartimentalizado com uma região glandular e duas aglandulares, assemelhando com os achados de Nasalis larvatus. O intestino grosso apresenta o ceco aumentado em formato de L corroborando com os achados em Callithrix penicillata. Os resultados demonstram que as variações estruturais do tubo digestório ocorrem de acordo com o hábito alimentar das diferentes espécies.

 

TEXTO COMPLETO

 

 

Related Files Size Archive Fingerprint
TEXTO COMPLETO 2927 Kb d8bff9a909ac1c16179f39d456a94ec6