BIOTÉCNICAS APLICADAS A REPRODUÇÃO ANIMAL

Coordenador: BENNER GERALDO ALVES 

 

A presente proposta objetiva incrementar a eficiência das técnicas de reprodução assistida e envolve a realização de 6 grandes estudos integrados empregando biotécnicas reprodutivas relativas à manipulação de oócitos imaturos, espermatozoides (sptz) e embriões de pequenos ruminantes. Os estudos são: Estudo 1: Sistema de cultivo in vitro (CIV) para folículos primordiais; Estudo 2: Sistema de CIV para folículos secundários e antrais; Estudo 3: Meios de cultivo para a maturação in vitro de oócitos, fecundação e produção in vitro (PIV) de embriões; Estudo 4: Criopreservação de folículos pré-antrais (FOPA); Estudo 5: Criopreservação de sêmen; Estudo 6: Análise proteômica e epigenética de espermatozoides, oócitos e embriões produzidos in vivo e in vitro. O Estudo 1 tem como alvo os folículos primordiais que se encontram no estado de quiescência. A estratégia deste estudo é desenvolver um sistema de CIV que promova a ativação dos folículos primordiais e seu posterior crescimento in vitro visando à PIV de folículos secundários. Esse sistema de CIV poderá ser utilizado como ferramenta para avaliar a eficiência de protocolos de criopreservação de tecido ovariano a ser desenvolvido no Estudo 4. O Estudo 2 tem como alvo duas categorias foliculares, secundários avançados e antrais iniciais. A estratégia deste estudo é desenvolver um sistema de CIV que permita conhecer os requerimentos destas categorias foliculares visando à PIV de oócitos completamente crescidos e meioticamente competentes, bem como embriões. Tal sistema de cutlivo será de fundamental importância no prosseguimento do desenvolvimento in vitro dos folículos secundários produzidos pelo Estudo 1. O Estudo 3 tem como propósito o desenvolvimento de novos meios de maturação oocitária, FIV e CIV de embriões utilizando o anetol como agente antioxidante, a ACP e proteínas capacitantes (BSPs) e/ou com efeito de proteção dos sptz (osteopontina-OPN), visando melhorar a eficiência da PIV de embriões convencional, ou seja, utilizando CCOs recuperados de folículos antrais superficiais, que contém oócitos completamente crescidos. Os novos meios de culitvo desenvolvidos neste estudo serão utilizados para melhorar a eficiência na maturação oocitária e PIV de embriões a partir de oócitos crescidos in vitro, gerados no Estudo 2. O Estudo 4 tem por objetivo melhorar a eficiência dos protocolos de vitrificação de tecido ovariano visando a implantação de bancos de germoplama (oócito) e utilização futura em protocolos de CIV e in vivo (xenotransplante). Esse banco de tecido, além da preservação de animais de mérito genético, garantiria a estocagem de uma grande quantidade de tecido que poderia ser utilizados no desenvolvimento de meios de CIV para ativação e crescimento de folículos primordiais (Estudo 1). O Estudo 5 tem como alvo o gameta masculino. A estratégia deste estudo é aprimorar as técnicas de congelação de sêmen testando o diluidor ACP, adicionado de Aloe vera, bem como do anetol e outros proteínas capacitantes (BSPs) e/ou com efeito de proteção dos sptz (OPN). Tal estudo visa fornecer sêmen congelado de alta qualidade que seria utilizado para aprimorar a FIV tanto de oócitos crescidos in vitro (Estudo 2) quanto aqueles crescidos in vivo (Estudo 3). O Estudo 6 visa investigar inicialmente o perfil proteômico e o padrão de metilação (epigenética) normais em sptz, FOPA, antrais, bem como complexo cumulus oócitos e embriões produzidos in vivo e oriundos de animais nutricionalmente controlados. Em uma etapa posterior, será realizada uma investigação similar (perfil proteômico e padrão de metilação) nas estruturas (sptz e folículos criopreservados, folículos cultivados in vitro, oócitos maturados in vitro e embriões produzidos in vitro) resultantes das diferentes técnicas de reprodução assistida utilizadas no projeto oriundos dos estudos 1 a 5. O conhecimento do perfil proteômico e de metilação normais a ser estabelecido no Estudo 6 o torna estratégico para a avaliação da eficiência dos protocolos de cultivo folicular (Estudos 1 e 2), criopreservação de folículos (Estudo 4) e PIV de embriões, convencional (Estudo 3) e criopreservação de sêmen (Estudo 5). A ação integrada destes estudos permitirá aumentar as taxas de gestação utilizando sêmen congelado; aumentar a PIV de embriões utilizando CCOs recuperados de folículos antrais, bem como implantar um banco de tecido ovariano de animais de mérito genético. A longo prazo, a proposta baseia-se na exploração dos milhares de oócitos imaturos inclusos em FOPA visando a sua utilização em futuros programas de PIV de embriões.